Carregando

Buscar

Funny / Viral / Boom Futebol

Choro dos presos, churrasco e Barça de olho: o adeus de Ronaldinho à prisão paraguaia

Compartilhe

Ronaldinho Gaúcho e o irmão Assis tiveram prisão domiciliar concedida e a despedida da penitenciária Agrupación Especializada, em Assunção, no Paraguai, foi marcada por choro entre os detentos e churrasco.

De acordo com a ESPN, assim que deixaram o tribunal, os irmãos voltaram ao presídio, onde ficaram 32 dias confinados, para se despedir dos colegas.

Na hora do adeus, prometeram visitá-los novamente antes do retorno ao Brasil. Quem estava presente, disse que os detentos se emocionaram e caíram no choro.

Assis se mostrou animado e aliviado após o período confinado e, segundo relatou para pessoas próximas, foi muito “difícil e complicado” estar na prisão. Ele também confirmou que seus pais irão visitá-los assim que as fronteiras forem reabertas.

A Justiça Paraguaia aceitou o pedido dos advogados na última terça-feira e Assis e Ronaldinho cumprirão a pena em um hotel de luxo, na capital paraguaia, além de pagar uma fiança no valor de 1,6 milhões de dólares (cerca de R$ 8,37 milhões). O Barcelona, ex-clube do jogador, está monitorando todo o caso. 

Tags

Em destaque