Carregando

Buscar

Futebol

Flamengo não recebe pagamento da Adidas e salários de atletas podem ser afetados

Compartilhe

Flamengo não recebeu o valor correspondente à primeira parcela de seu contrato com a Adidas e isso poderá afetar o pagamento dos salários do elenco.

De acordo com o jornal Gazeta Esportiva, o presidente Rodolfo Landim não se posicionou sobre o caso da patrocinadora e também não conversou com os atletas sobre uma possível redução salarial.

Segundo o Globoesporte.com, o contrato da Adidas com o Flamengo é de uma valor total de R$17,7 milhões por ano, dividido em duas partes. Uma paga no dia 1° de abril e outra no dia 1º de outubro.

Entretanto, a fornecedora alemã não cumpriu o acordo com o rubro-negro e também não emitiu explicações sobre a falta de pagamento da parcela referente a abril. 

Devido à crise enfrentada pela paralisação dos jogos por conta do Covid-19, Landim já deu declarações que sugerem uma possível redução salarial, embora ainda não tenha entrado em contato com membros da equipe do Flamengo. 

O mandatário disse que “alguma coisa terá que ser feita” se a paralisação for longa, e que estuda formas de honrar os compromissos, mas não controla os cenários.

Em entrevista ao canal Paparazzo Rubro-Negro, o presidente afirmou que nenhum clube está preparado dependendo das circunstâncias.

”O clube deve estar tão ou mais preparado que qualquer outro time no Brasil. Agora, dizer que a gente está preparado, aconteça o que acontecer, ninguém pode dizer isso no momento”

O Flamengo já sofreu um baque com o congelamento da negociação de patrocínio máster com a empresa de streaming Amazon e também com a rescisão de contrato com a empresa Azeite Royal, causando uma perda de R$ 3 milhões.

Tags

Em destaque