Carregando

Buscar

Futebol

Conmebol prepara calendário de emergência para Libertadores

Compartilhe

Presidente da Conmebol garante que "não há pressa em voltar", porém já prepara um cronograma alternativo para o torneio continental e sul-americano

Em entrevista ao Olé, Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol, não demonstrou preocupação com o futuro da Libertadores e da Sul-Americana. Entretanto, confirmou que já gerencia horários alternativos para os torneios continentais.

A data estipulada para o retorno das competições é no mês de julho. Enquanto a Libertadores voltaria os jogos da fase de grupos na primeira semana do mês, a Sul-Americana só voltaria a atuar na segunda e terceira semana (partidas de ida e volta).

Segundo informações do canal de televisão argentino TyC Sports, a entidade fez um rascunho das possíveis datas e, se confirmado, os confrontos ocorrerão entre 30 de junho, uma terça-feira, até 2 de julho, quinta-feira.

“Embora hoje seja muito difícil saber, é preciso esperar até agosto para saber se as oitavas vão começar. Tudo, logicamente, se o coronavírus permitir.”

Alejando Domínguez

De acordo com a publicação, a ideia é que as oitavas de final da Libertadores sejam em agosto , as quartas de final em setembro, as semifinais em outubro e a decisão, inicialmente proposta para dia 21 de novembro, seja adiada para o dia 28, no Maracanã.

Já no calendário da Sul-Americana, o objetivo é que as oitavas de final aconteçam entre 12 e 19 de agosto, as quartas de final entre 16 e 23 de setembro, as semifinais de 21 a 18 de outubro e a decisão do torneio no dia 21 de novembro, no estádio Mario Kempes, em Córdoba. Inicialmente, a ideia era que a final ocorresse no dia 07 do mesmo mês.

Porém a Conmebol segue analisando a possibilidade do retorno das disputas e a melhor maneira de realizá-las, embora a entidade sul-americana siga com a mensagem da Fifa: o fundamental é a saúde. 

Tags

Em destaque